Banner_img-DESTACADA-POST-1

A Primeira Formação em Pedagogia Ecossistêmica, realizada no Ecocentro IPEC, reuniu educadores e professoras de Pirenópolis e de outras cidades do País. O evento foi realizado pela Escola Pireneus, em parceria com a Escola Vila e um precioso auxílio na divulgação pela Prefeitura do Município, bem como sua Secretaria de Educação. Na abertura, esteve presente a Secretária de Educação de Pirenenópolis, Tereza Caroline Lôbo.

Post_ECOSSISTEMICA-3

No evento, professoras, diretores de escolas e acadêmicos tiveram aulas com Fátima Limaverde, criadora da Pedagogia Ecossistêmica, a Doutora em Educação, Patrícia Limavere e Morena Limaverde, que desenvolve um trabalho de análise da relação dos professores com o material didático da metodologia. A educadora Luciana Guidoux e o arquiteto Tiago Ruprecht deram aula sobre o material Escola Sustentável, de Lucy Legan, bem como uma atividade prática com os participantes. Luciana esteve com Lucy em todo o processo de criação das oficinas propostas no livro, “Criando Habitats nas Escolas Sustentáveis”, bem como coordenou essas oficinas em instituições de Pirenópolis.

Além do conceito da bioconstrução, o reaproveitamento de resíduos urbanos também foi tema de aula com a diretora da Pireneus, Ludmila Bata e o permacultor Tomaz Ahau. O último dia todo foi ocupado com uma aula especial sobre escolas criativas, com a Professora da Universidade Federal de Goiás, Marilza Suanno e o Professor da Universidade Estadual de Goiás, João Henrique Suanno. O casal passou o dia apresentando projetos que mostram que a educação no Brasil não é um problema por ser pública ou privada, bem como há muitas instituições já desenvolvendo formas mais inovadoras de se relacionar com os alunos e serem mais efetivas nos processos pedagógicos.

Post_ECOSSISTEMICA-1 Post_ECOSSISTEMICA-2

Agora a torcida é repetir este produtivo evento em 2018, em busca de sempre evoluir a qualidade da educação em nosso País.

Confira abaixo um vídeo resumo desta experiência única!