Category Archives: Notícias

Banner_matriculas2018

Escola Pireneus está com matrículas abertas para 2018

Da Educação Infantil ao fundamental 2, oferecemos um ensino inovador, conectado à tradições.

O material pedagógico seguido pela Escola Pireneus é o da Pedagogia Ecossistêmica, uma metodologia que incentiva o protagonismo da criança no aprendizado, mas também inclui a família nesse processo, seja ajudando na lição de casa, seja fornecendo dados sobre os antepassados e as culturas vigentes.

“O conhecimento está em tudo, não está só no livro”, afirma Fátima Limaverde, criadora da Pedagogia Ecossistêmica. Por isso, todo conhecimento é interconectado. Matemática, geografia, química, português, biologia, física, artes, tudo se mistura no mundo que a criança vive. Por isso, esta é uma educação significativa, promovendo uma troca de saberes entre os livros, as pessoas ao redor e os experimentos das crianças.

Veja no vídeo abaixo como foi a 1º Formação em Pedagogia Ecossistêmica, realizada pela Escola Pireneus, no Ecocentro IPEC (Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado).

Venha conhecer a nossa escola e compreender melhor a qualidade da Escola Pireneus! Agende um horário pelo telefone 3331-1579.

Banner_img-DESTACADA-POST-2

Estudantes querem debater com autoridades locais

O projeto Vigilantes do Planeta, proposta pelo método pedagógico da Escola Pireneus, proporciona um debate com o governo local.

O debate será realizado no dia 17 de outubro de 2017, no Cine Pireneus (R. Direita, 1-9 – Centro). Autoridades locais como representantes da Prefeitura, ONGs e IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) foram convidados para o evento. As perguntas foram todas criadas pelos próprios alunos da Pireneus, sendo o que querem cobrar e saber das autoridades de Pirenópolis.

O evento é aberto ao público, com entrada gratuita.

 

Post_Vigilantes-1

PEDAGOGIA ECOSSISTÊMICA
A metodologia de ensino na qual se baseiam os trabalhos da Escola Pireneus é a Pedagogia Ecossistêmica. Criada há mais de 30 anos pela educadora Fátima Limaverde, o trabalho começou no quintal, para entreter as crianças da vizinhança no contra turno escolar. A ideia evoluiu para a criação da Escola Vila, onde foi elaborada a Pedagogia Ecossistêmica. A metodologia trabalha a construção do conhecimento, de forma coletiva, tendo o professor e a família como os guias dos alunos, numa viagem de aprendizados e descobertas.

Matemática, história, biologia, geografia, português, educação física se integram nos 6 projetos que são executados durante o ano letivo. A forma transdisciplinar de transmitir o conhecimento torna todo o processo pedagógico mais agradável e com mais sentido às crianças.

Em casa, as tarefas também ganham uma outra dimensão, onde a curiosidade e a integração dos pais no processo, tornam o conhecimento um jogo que desperta a curiosidade e a busca pelo conhecimento.

Por isso, este debate está inserido no currículo escolar dos alunos, como forma de se desenvolverem enquanto cidadãos atentos às políticas locais e ao que é possível fazer para uma sociedade mais justa e equilibrada. O projeto Vigilantes do Planeta busca exercer exatamente este sentido de atenção a tudo que está ao nosso redor, seja a fauna e a flora, ou o que acontece em nosso bairro, cidade e por aí vai!

 

SERVIÇO

Debate com Autoridades Locais de Pirenópolis
Onde: Cine Pireneus/ R. Direita, 1-9 – Centro
Informe-se na Escola sobre a data e horário do evento.

Banner_img-DESTACADA-POST-1

Curso reuniu educadores do Brasil em Pirenópolis

A Primeira Formação em Pedagogia Ecossistêmica, realizada no Ecocentro IPEC, reuniu educadores e professoras de Pirenópolis e de outras cidades do País. O evento foi realizado pela Escola Pireneus, em parceria com a Escola Vila e um precioso auxílio na divulgação pela Prefeitura do Município, bem como sua Secretaria de Educação. Na abertura, esteve presente a Secretária de Educação de Pirenenópolis, Tereza Caroline Lôbo.

Post_ECOSSISTEMICA-3

No evento, professoras, diretores de escolas e acadêmicos tiveram aulas com Fátima Limaverde, criadora da Pedagogia Ecossistêmica, a Doutora em Educação, Patrícia Limavere e Morena Limaverde, que desenvolve um trabalho de análise da relação dos professores com o material didático da metodologia. A educadora Luciana Guidoux e o arquiteto Tiago Ruprecht deram aula sobre o material Escola Sustentável, de Lucy Legan, bem como uma atividade prática com os participantes. Luciana esteve com Lucy em todo o processo de criação das oficinas propostas no livro, “Criando Habitats nas Escolas Sustentáveis”, bem como coordenou essas oficinas em instituições de Pirenópolis.

Além do conceito da bioconstrução, o reaproveitamento de resíduos urbanos também foi tema de aula com a diretora da Pireneus, Ludmila Bata e o permacultor Tomaz Ahau. O último dia todo foi ocupado com uma aula especial sobre escolas criativas, com a Professora da Universidade Federal de Goiás, Marilza Suanno e o Professor da Universidade Estadual de Goiás, João Henrique Suanno. O casal passou o dia apresentando projetos que mostram que a educação no Brasil não é um problema por ser pública ou privada, bem como há muitas instituições já desenvolvendo formas mais inovadoras de se relacionar com os alunos e serem mais efetivas nos processos pedagógicos.

Post_ECOSSISTEMICA-1 Post_ECOSSISTEMICA-2

Agora a torcida é repetir este produtivo evento em 2018, em busca de sempre evoluir a qualidade da educação em nosso País.

Confira abaixo um vídeo resumo desta experiência única!